OFFICE HOURS

Monday until Friday, 09h - 19h.

WE ARE WAITING FOR YOU

Come and participate in the UN simulation.

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
OUR VALUES
  • Integrated

  • Transparent

  • Joyful

FIND US

IREL - Instituto de Relações Internacionais, UnB

Brasília/DF

CEP: 70910-900

 

© 2019 AMUN | Created by Karina Moreira

  • Press Agency

#PE | Emenda acerca de direitos sensíveis entre LGBTQI+ é anulada em reunião da União Europeia

[Por Matheus Henrique]

Uma ementa criada pela coligação de partidos European People's Party (EPP), Greens e Nordic Greens foi anulada na manhã desta sexta-feira (26). A ementa, que visava padronizar as leis sobre direitos sensíveis entre pessoas do mesmo sexo nos países da união europeia, foi considerada inválida pelo presidente Pedro Eller. Após uma apuração, foi constatado que a coligação não havia sido criada e, por isso, o documento não tinha validade.


Outras falhas também marcaram a reunião, como a ausência dos votos de alguns deputados no resultado da votação. A deputada Carol, líder do Identity and Democracy (ID), criticou em entrevista o modelo de votação: “Eu acredito que, como havia mencionado anteriormente, [que o voto eletrônico] é uma forma muito fácil de se alterar qualquer tipo de manifestação da democracia e, nesse sentido, eu entendo que realmente é como a exclusão do nosso partido desse voto faz com que nossa voz seja calada”. Alguns deputados sugeriram ainda que o voto fosse impresso, em virtude das possibilidades de manipulação do voto digital.


Tais processos afastaram a discussão da pauta principal: proteger os direitos da comunidade LGBTQI+, prejudicada pela discrepância das leis individuais dos países integrantes da União Europeia. Além de enfrentar partidos contrários e conservadores, tais leis enfrentam também problemas burocráticos, afetando o avanço da garantia de igualdade à pessoas LGBTQI+

16 views